quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Diário de viagem - Rio de Janeiro: Praia de Ipanema + The XX

Quem acompanha o meu arroba no instagram, o @eileo, já viu que eu tirei uma folga e fui para o Rio de Janeiro conferir o show do The XX e também aproveitar o final de semana com o meu namorado e alguns - muitos - amigos que também foram para o show na cidade maravilhosa.


Essa foi a minha terceira vez no Rio de Janeiro, eu não sou uma pessoa muito praieira - percebam pelas fotos como eu sou uma lagartixa branca e obesa, rs -, prefiro as cidades mais frias e bagunçadas, como São Paulo. Porém, confesso que essa minha ida ao Rio foi completamente diferente, serviu para limpar um pouco a visão com paisagens inacreditáveis de tão lindas e sugar um pouco desse life style saudável e bonito dos cariocas, eita inveja! Logo quando eu cheguei no Rio, pelo aeroporto mais longe de todos, corri para o apartamento que a gente ficou hospedado para jogar as malas no quarto, trocar a roupa e correr para praia. Como todo bom mineiro eu também sou desses que se está em cidade que tem praia, tem que passar pelo menos um dia inteiro quarando no sol, rs. Eu fiquei pelos lados do posto 11 em Ipanema, adorei que a praia estava bem limpa e não tinham milhares de pessoas e vendedores gritando por todos os lados, foi um dia maravilhoso naquele looping eterno de mar, cerveja, comidinhas, mar, cerveja... e por ai vai.

Sobre o show do The XX, que rolou nessa mesma quinta no Vivo Rio, só digo que foi um dos melhores shows que eu vi na minha vida. Eu sou uma pessoa completamente viciada em shows e festivais, quem acompanha o blog já deve ter percebido isso, apesar de não ser um fã master da banda, o show do XX entrou para a minha lista de shows favoritos - só perde pros Strokes (Planeta Terra), The Killers (Lollapalooza) e MGMT (Tim festival, 2009). Resumindo bem, o show é uma viagem transcendental de ácido, milimetricamente pensada e ao mesmo tempo super despretensiosa. O palco da banda é completamente preto, sem nenhum cenário, mas quando eles começam a tocar cada luz e projeção do palco acompanham as batidas e faz com que você tenha uma experiência completamente diferente ouvindo o som deles ao vivo do que antes ouvindo num iPod. Sensacional, incrível, espetacular, magnifico e etc etc etc etc. aplós!


Meu dia acabou num rolê pela Lapa com os meus amigos, mas infelizmente a experiência lapa nessa minha ida ao Rio não foi tão legal. Dois dos meus amigos foram assaltados por um grupo de travestis dançando show das poderosas no meio da rua... seria cômico se não fosse pelos dois iPhones perdidos, rs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário