quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Tirando dúvidas sobre a faculdade de moda

Desde os primórdios do Makeyourmode, eu tenho recebido várias perguntas sobre o curso de  moda aqui no Brasil. Já me programei mais de dez vezes para fazer esse post e sempre deixa pra depois. Talvez porque é bem difícil falar sobre o curso de moda, sendo que cada faculdade têm estrutura física e grade de matérias deferentes, e o blog acaba atingindo pessoas de diversas partes do Brasil (and do mundo). Eu resolvi falar aqui pra vocês algumas coisas bem básicas e a minha história de amor com os cursos de moda, para tentar acabar com alguns dúvidas freqüentes de vocês. E também, para recompensar a demora que esse post teve, gravei um video respondendo 5 perguntas que alguns leitores me mandaram no Ask.fm do blog. Nice? Então, vamos lá!

Eu comecei a estudar moda quando eu tinha 16 anos. Desde sempre, eu já sabia que não teria outra área para eu trabalhar, eu nasci já no meio desse mundo. Vocês que acompanham o blog já sabem como surgiu minha paixão pela moda e essa história vêm de muito tempo atrás. Bom, logo quando completei 16 anos, comecei o curso de moda no SENAI-MG (Aprendizagem industrial em moda). Para quem não sabe, o SENAI possuí diversos cursos gratuitos para os menores de 21 anos. Esse meu primeiro curso foi com certeza, o que me deu a maior base sobre tudo que eu sei sobre moda hoje em dia. Durante o curso eu tive desde aulas de desenho até modelagem e operação de maquina de costura. Em Belo Horizonte, o SENAI é a instituição com melhor estrutura de laboratórios, salas e professores, sem a menor sombra de dúvidas. E eu super aconselho todos vocês a procurarem um pouco mais sobre os cursos de lá.
(Alguns rabiscos de quando eu ainda fazia faculdade de moda, rs.)

A saga dos cursos de moda continuaram quando tinha uns 18 anos (eu acho), foi quando comecei o curso Técnico em vestuário. Esse foi o curso mais chato que eu já fiz em toda a minha vida, mas o que mais me ensinou sobre como funciona o processo de "fazer roupa". A maioria das matérias da grade desse curso são bem práticas, como: Costura industrial, modelagem (infantil, feminina e masculina), planejamento de coleção (que por mais que seja bem técnica essa matéria, o jeito que eles ensinavam era bem prático e dinâmico) e diversas outras. Em meio a esses dois cursos que eu citei eu também fiz outros cursos mais curtos, e vários workshops sobre moda pelos eventos que aconteciam em BH. Resumindo, eu sempre fui "ALOKA" dos cursos de moda, rs.

Quando eu enfim entrei na faculdade, eu percebi que tudo que eu estava vendo ali já não era nenhuma novidade pra mim. Não que eu saiba TUDO sobre moda, nada disso, mas como eu falei no video (assistam), minha faculdade era bem fraca em relação ao conteúdo e isso foi um dos pontos que me levou a desistir do curso. Outros amigos que já fizeram moda, também falam que aprenderam muito mais em cursos complementares do que dentro da universidade. Não tem jeito, faculdade de moda acaba não tendo a dinâmica que um curso com menos pessoas dentro de sala têm. Portanto, sempre quando alguém me pergunta como se preparar para ingressar numa faculdade de moda, eu dou o mesmo conselho: Faça todos os cursos técnicos ou de aprendizagem que você puder antes de entrar pra faculdade. Talvez você até nem precise passar 4 anos vendo uma enrolação danada.

No vídeo abaixo, eu respondi 5 perguntas sobre o curso de moda, mas com certeza ficaram faltando muitas outras. Com o tempo, talvez, eu possa fazer um outro video respondendo sobre esse mesmo assunto de novo. Continuem mandando suas dúvidas lá no nosso Ask.fm.

Outras perguntas freqüentes que não entraram no video (pq se não o video teria 3 horas):

Quais são os pré-requisitos para entrar na faculdade de moda?

Primeiro você tem que saber o que é um curso de moda, e o já entrar ciente que você vai ter que ralar MUITO para se formar e ser um ótimo profissional. Eu vejo algumas pessoas por ai que querem fazer moda, totalmente deslumbradas com o curso. Achando que vai entrar lá, fazer uns rabiscos (que vai chamar de croqui) e já se considerar um estilista. Mas, podem ter certeza que será bem mais difícil do que isso. Outra coisa importante para quem quer cursar moda, é abrir a cabeça para outras coisas também. Têm gente que está tão focada em ver desfiles e desenhar croquis, que acaba esquecendo que suas inspirações para criar durante o curso não vão vir somente de uma revista de moda, mas sim de suas experiências, filmes que você vê, exposições de arte que você vai… enfim, do que você vive. Um estudante de moda precisa ser a pessoa com a cabeça mais aberta e está sempre atento a TUDO que está em sua volta. Qualquer coisa pode no futuro servir de inspiração para você desenvolver alguma coisa.

É preciso saber desenhar para cursar moda?

Não é obrigatório saber desenhar, mas com certeza quem tem alguma noção de desenho vai levar o curso com mais facilidade. Durante os quatro anos que você vai passar na faculdade de moda, você terá milhões de módulos de desenho. Quem não tem nem noção de forma, luz e sombra e afins vai ter que treinar bastante para não se dar mal durante os trabalhos/provas. E claro, você vai aprender a desenhar durante o curso. Desenho envolve muita técnica, que pode ser dominada se você se esforçar bastante.

É caro estudar moda?


Sim, estudar moda acaba não saindo barato. Além das mensalidades que são bem salgadas pelas faculdades por ai, você vai acabar gastando rios de dinheiro com materiais para desenvolver trabalhos e afins. Para quem não tem muita grana para investir no curso, o negócio é procurar uma faculdade federal ou ir atrás de alguma bolsa de estudos (eu dei uma dica no video).

É difícil conseguir um trabalho quando eu terminar a faculdade?

Sim, bastante. Eu vejo meus amigos recém formados surtando por não conseguir um trabalho legal e que vai realmente pagar suas contas no final do mês. O mundo da moda é bem fechado, você entra por ter contatos no meio ou por ser MUITO talentoso e conseguir mostrar o seu trabalho para alguém importante. Assim, existem também as pequenas marcas e lojas por aí, essas não são tão difíceis de conseguir um estágio/emprego, mas se sua pretensão é ser o novo Herchcovitch do Brasil, pode ter certeza que o caminho vai ser longo e difícil.

Com o tempo eu vou tentar fazer alguns posts sobre as diversas áreas que uma pessoa formada em moda pode trabalhar. Por agora, espero ter ajudado alguns de vocês com as minhas experiências com a faculdade/cursos. Muita sorte para todos que vão seguir esse caminho. Estudem bastante e vamos mudar a situação da moda brasileira no futuro!

3 comentários:

  1. Muito boas suas orientações obrigado

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelo post, muito esclarecedor ! Quero fazer moda!

    ResponderExcluir