terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vermelho e preto da Osklen - SPFW

O SPFW começou (cedo, dessa vez) e o primeiro desfile, da Osklen, já foi bem elogiado. A marca é uma das principais (quiçá a principal) que leva a moda feita no Brasil para o mundo conhecer. Eles têm lojas em de Tókio à NY. Observando o desfile, vi que que Oskar Metsavaht não é bobo nem nada... Trouxe para a passarela elementos que, visivelmente, apareceram por outras semanas de moda aí pelo nosso globo. Não que eu ache isso ruim (e quem sou eu pra achar alguma coisa), é até bom ver que a moda feita aqui no Brasil pode atender a qualquer canto do mundo.

O preto e vermelho são combinações difíceis aqui no Brasil porque são associadas a times de futebol. Para muito além disso, em minhas pesquisas, vi que looks com essas duas cores (e o branco, como agregado complementador) já está de volta às ruas. Digo de volta, porque há mais ou menos 1 ano, vi essa pauta na revista Vogue.


Listras e cores iguais aos da Givenchy
Apesar de não gostar do vermelho (a cor do poder e ambição) acho que a combinação dele com as outras duas cores trouxe equilíbrio e elegância (no caso do desfile da Osklen). E a simetria nos cortes só somou para que essa sensação fosse reafirmada. E mais, acho ainda que esses são conceitos que podem ser tragos para o nosso dia-a-dia na hora de combinar cores incomuns. Faça tudo parecer equilibrado, simétrico, leve. Inspire-se: (algumas produções são ousadas demais, a gente sabe, e por incrível que pareça, decidi colocar os looks femininos para ilustrar simplicidade. Fique apenas com a ideia)




























Por Sem Geração

Nenhum comentário:

Postar um comentário